O Serviço Municipal de Metrologia da Câmara Municipal de Portimão é um Organismo de Verificação Metrológica qualificado pelo Instituto Português da Qualidade, I.P. (IPQ).

O controlo metrológico efetuado pela Câmara Municipal de Portimão obedece ao regime geral aprovado pelo Decreto-Lei n.º 291/90 de 20 de setembro, às disposições regulamentares gerais previstas no Regulamento Geral de Controlo Metrológico aprovado pela portaria n.º 962/90, de 9 de outubro e ainda às disposições constantes das portarias especificas de cada instrumento de medição.

O âmbito da sua ação incide na realização das operações de controlo metrológico legal nos domínios e nos intervalos de medição, constantes do anexo ao despacho de Qualificação do Serviço de Metrologia da Câmara Municipal de Portimão.

Quer queira ir à praia, às compras, ao hospital, ao centro de saúde, ou simplesmente tratar de assuntos do seu dia-a-dia, o “Vai e Vem” ajuda-o(a) a chegar rapidamente e de forma fácil ao seu destino. Atualmente a rede urbana “Vai e Vem” assegura a ligação a vários pontos do concelho ao centro da cidade, ao hospital, a Alvor e a muitos outros locais de interesse.

Para ver um mapa interactivo com as linhas do Vai e Vem, carregue AQUI



Alvor

Mexilhoeira Grande

Portimão

Consulte ainda o serviço interurbano existente em:

Frota Azul Algarve

Eva Transportes

regeneracaoUrbana

A promoção da reabilitação urbana constitui um objectivo estratégico do Município de Portimão e um desígnio nacional assumido no programa do XIX Governo Constitucional. A política do ordenamento do território do Governo dá prioridade a uma aposta num paradigma de cidades com sistemas coerentes e bairros vividos. Privilegia a reabilitação através de operações urbanísticas de conservação, alteração, reconstrução e ampliação, enquanto soluções mais adequadas à actual realidade do Pais. Promovendo o regresso das populações aos centros históricos dos aglomerados urbanos, que se encontram hoje despovoados e envelhecidos.

Neste contexto que, a Câmara Municipal de Portimão, deu o início a um processo de regeneração da cidade, considerando para tal, numa primeira fase, a delimitação da ARU – centro histórico de Portimão, através de uma operação de reabilitação urbana simples, dirigindo-se sobretudo à reabilitação do edificado, num quadro articulado de coordenação e apoio da respectiva execução, no prazo de 10 anos passível de ser prorrogado por mais cinco anos em conformidade com o n.º1 do art.º20º do Decreto- Lei n.º 307/2009, alterado pela Lei 32/2012.