Ao continuar a navegar neste site, você concorda com o uso de Cookies ou outros dispositivos de rastreamento para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação, mensagens direcionadas e para fins estatísticos.
Como poderei saber as competências legais da autarquia, em termos de educação?

LEGISLAÇÃO

Às Autarquias Locais tem sido atribuído um número crescente de competências em matéria de Educação:
• Lei n.º 75/2013, de 12 de Setembro, que estabelece o regime jurídico das autarquias locais, aprova o estatuto das entidades intermunicipais, estabelece o regime jurídico da transferência de competências do Estado para as autarquias locais e para as entidades intermunicipais e aprova o regime jurídico do associativismo autárquico.
• Nota: A revogação da Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro, prevista no artigo 3.º da presente lei (Norma revogatória) não prejudica as transferências e delegações de competências efetuadas previamente à sua entrada em vigor.
• Decreto-Lei n.º 144/2008, de 28 de Julho, que desenvolve o quadro de transferência de competências para os municípios em matéria de educação, de acordo com o previsto no artigo 19.º da Lei n.º 159/99, de 14 de Setembro.
• Lei n.º 41/2003, de 22/08, que procede à primeira alteração ao Decreto-Lei n.º 7/2003, de 15 de Janeiro.
• Decreto-Lei n.º 7/2003, de 15 de Janeiro, que regulamenta os conselhos municipais de educação e aprova o processo de elaboração da carta educativa, transferindo competências para as autarquias locais.
• Lei n.º 5-A/2002, de 11 de Janeiro, que procede à primeira alteração (e republica) a Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro.
• Lei n.º 169/99, de 18 de Setembro, que estabelece o quadro de competências, assim como o regime jurídico de funcionamento, dos órgãos dos municípios e das freguesias.

No âmbito da Lei nº 159/99, de 14 de Setembro foram transferidas para as autarquias locais competências, em matéria de educação, conforme descrito no art.º 19:
1 — É da competência dos órgãos municipais participar no planeamento e na gestão dos equipamentos educativos e realizar investimentos nos seguintes domínios:
a) Construção, apetrechamento e manutenção dos estabelecimentos de educação pré-escolar;
b) Construção, apetrechamento e manutenção dos estabelecimentos das escolas do ensino básico.
2 — É igualmente da competência dos órgãos municipais:
a) Elaborar a carta escolar a integrar nos planos diretores municipais;
b) Criar os conselhos locais de educação.
3 — Compete ainda aos órgãos municipais no que se refere à rede pública:
a) Assegurar os transportes escolares;
b) Assegurar a gestão dos refeitórios dos estabelecimentos de educação pré-escolar e do ensino básico;
c) Garantir o alojamento aos alunos que frequentam o ensino básico, como alternativa ao transporte escolar, nomeadamente em residências, centros de alojamento e colocação familiar;
d) Comparticipar no apoio às crianças da educação pré-escolar e aos alunos do ensino básico, no domínio da ação social escolar;
e) Apoiar o desenvolvimento de atividades complementares de ação educativa na educação pré-escolar e no ensino básico;
f) Participar no apoio à educação extra-escolar;
g) Gerir o pessoal não docente de educação pré--escolar e do 1.o ciclo do ensino básico.

O Dec-Lei nº 144/2008, de 28 de Julho veio estabelecer o novo quadro de transferências de atribuições e competências para os municípios em matéria de educação, conforme descrito no seu art.º 2º:
1 - São transferidas para os municípios as atribuições e competências em matéria de educação nas seguintes áreas:
a) Pessoal não docente das escolas básicas e da educação pré -escolar;
b) Componente de apoio à família, designadamente o fornecimento de refeições e apoio ao prolongamento de horário na educação pré-escolar;
c) Atividades de enriquecimento curricular no 1.º ciclo do ensino básico;
d) Gestão do parque escolar no 2.º e 3.º ciclos do ensino básico;
e) Ação social escolar no 2.º e 3.º ciclos do ensino básico;
f) Transportes escolares relativos ao 3.º ciclo do ensino básico.
2 - A transferência de atribuições e competências a que se referem as alíneas a), c) e d) do número anterior depende da existência de carta educativa e da celebração de contratos de execução por cada município, nos termos do presente decreto -lei.
3 - Consideram-se feitas às câmaras municipais as referências constantes de outros diplomas legais sobre atribuições e competências de entidades e organismos da administração central, previstas no presente artigo.
Em conformidade com o Dec-Lei nº 144/2008, de 28 de Julho, a Autarquia está a desenvolver no âmbito do CONTRATO DE EXECUÇÃO assinado com o Ministério de Educação, as seguintes atribuições e competências, para além daquelas que já estavam assumidas, pela Lei nº 159/99, de 14 de Setembro: Alínea a) Gestão de Pessoal Não Docente das Escolas Básicas e da Educação Pré-Escolar; Alínea d)Gestão do Parque Escolar no 2º e 3º Ciclos do Ensino Básico.